ELIE HORN

Elie Horn é fundador da Cyrela, uma das maiores incorporadoras de imóveis residenciais do país. Presidente do Conselho de Administração, Horn é bacharel em direito pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Há 50 anos a frente da companhia, trilhou sua carreira de forma conservadora e discreta. Seus valores estão amparados em pilares como integridade, respeito, fazer o bem, otimismo e dedicação ao trabalho.

A Cyrela Brazil Realty foi pioneira no setor imobiliário a abrir capital, em setembro de 2005. Outros fatos mostram a inovação da empresa e do seu controlador, como a criação da Construtora Cyrela em 1981, da Facilities, marca para gestão de serviços exclusivos para propriedades Cyrela em 2006, da CCP (Cyrela Commercial Properties) empresa focada em imóveis comerciais para locação, e da Living, empresa focada em imóveis de baixa renda em 2007.

A Cyrela atua hoje em 16 estados brasileiros, no Distrito Federal e na Argentina, possui mais de 200 mil clientes e 42 mil unidades entregues.

Elie Horn ao lado de sua esposa Suzy, é o primeiro brasileiro a aderir ao The Giving Pledge, programa criado em 2010 por Bill Gates e Warren Buffett com a finalidade de reunir bilionários dispostos a doar metade de suas fortunas ao longo da vida para investir em causas sociais. O executivo se comprometeu em doar 60% de sua fortuna.

Em 2016, Horn criou o Instituto Liberta, entidade que luta contra a exploração sexual infantil. A organização não governamental tem como embaixadora das campanhas, a apresentadora Xuxa Meneghel e a presidente da entidade é a professora e doutora em direito, Luciana Temer, filha do presidente Michel Temer.

Mini CV em inglês:

  • Chairman of the Board of Directors and Cyrela’s CEO
  • He has been acting in both positions since the establishment of Brazil Realty in 1994, and enjoys a broad experience in the real estate business and development segments
  • He has been Cyrela’s founding partner and CEO since 1978
  • He holds a degree in Law from Universidade Presbiteriana Mackenzie, in São Paulo.